Blog

Blog

Condições de Trabalho ou Criar o seu Trabalho?

07/01/2016

 

 

Vamos fazer uma pausa para o café e conversar um pouco sobre a aplicação do Código de Ética Farmacêutica? Já pegou seu café ☕?

 

Opor-se a exercer a profissão ou suspender a sua atividade em instituição pública ou privada sem remuneração ou condições dignas de trabalho, ressalvadas as situações de urgência ou emergência, devendo comunicá-las imediatamente às autoridades sanitárias e profissionais.” – Código de Ética Farmacêutica, Resolução CFF 596/14, Art. 11, Inciso V – Direito do Farmacêutico.

 

Claro, não? Nem sempre... 
Lembre-se de que essas ‘condições dignas’ são baseadas no que temos em legislação vigente. A simples percepção de tais ‘condições dignas’ seria muito subjetiva, por isso deve ser amparada nas normas. O que seria ‘condições dignas’ para você? Se você fizer a mesma pergunta para um amigo, alguns pontos podem até coincidir, mas a resposta em sua maior parte será diferente.

 

Quanto a remuneração? O piso do farmacêutico é baixo em todas as áreas de atuação. Sim, eu sei. E esses são definidos através de Convenções Coletivas de Trabalho entre os Sindicatos locais dos Farmacêuticos e dos empregadores. Piso Estadual só é aplicado aos locais que não possuem Convenção Coletiva. CRFs não interferem em valores e propostas dos pisos, isso compete aos Sindicatos. O que o CRF avalia é se sua CTPS está assinada com no mínimo o piso para aquela região e área de atuação.

 

Para lembrar:
👉 Farmacêutico é um profissional liberal. Porém quando decide ser contratado com Carteira de Trabalho assinada, segue as normas da CLT, como todos os empregados.

👉 Quando você participar de uma entrevista de emprego, saiba que o salário oferecido é o bruto. Você terá descontos obrigatórios, como INSS, imposto de renda, etc Este salário bruto não deve ser inferior ao piso de sua região.

👉 Também entenda que outros benefícios a empresa te oferece (remuneração indireta), como plano de saúde/odontológico, desconto farmácia, cursos de atualização, etc.

👉 Pergunte sobre suas atribuições, serviços prestados no estabelecimento, horário de trabalho/repouso/folga, etc

 

Para refletir:
Se alguns colegas já sabiam qual era o salário, as atribuições, o local do trabalho... e eles ACEITARAM o emprego (acho que nenhum deles foi forçado a aceitar!), por que depois reclamam de tudo?

 

1. A realidade do local de trabalho é bem diferente do que foi apresentado na entrevista. Será que eles não estão justamente precisando da sua ajuda para mudar e adequar o que for necessário? Se não for possível mudar, você pode. Ninguém é obrigado a continuar em um emprego insatisfeito. Se você precisa do salário, busque outro pelo menos. Não se acomode. Não tenha medo da mudança. Ficar ali só reclamando não vai te ajudar em muita coisa...

 

2. As condições são caóticas? Você pode se recusar a continuar suas atividades neste local. E não é faltar e não querer ser descontado, não (lembre-se da CLT). É sair, desligamento! No seu formulário de baixa de Responsabilidade Técnica do CRF tem o campo para você apresentar a justificativa da baixa. Assim como na baixa da Vigilância. Tem muitos locais que precisam de ajuda para trabalhar certinho, orientação mesmo. E tem aqueles que precisam de multa, infelizmente.

 

3. Se você trabalha em órgão público, também segue normas estatutárias. Também já sabia previamente qual seria a remuneração. Nossa! Se for nos hospitais do Rio de Janeiro... É! Drogaria não é o único vilão, como alguns pensam (eu não!) Cada vez é maior o número de reportagens de hospitais públicos, especialmente aqui no RJ, em condições insalubres, sem medicamentos e equipamentos básicos, funcionários terceirizados ou não sem pagamento, etc... E aí? O problema está nas drogarias?...

 

↪ Os próximos tópicos possuem conteúdo pesado! Estou avisando...

4. Será que sua insatisfação é só com o salário? Com as condições de trabalho? Reflita sobre o que você realmente gosta de fazer. O que é recompensador, e não é em termos financeiros, e sim de entender a sua grande missão.

 

5. “Gostar do que faz é diferente de SÓ fazer o que gosta”. Você gosta do que faz?

 

6. Não se puna se em algum momento você pensar que Farmácia não foi a melhor escolha! É muito comum em alguns momentos refletirmos sobre nossas escolhas. Alguns vão reinventar suas escolhas, transformá-las, buscar dentro delas o que melhor os representa. Outros vão seguir outros destinos. E te digo, não precisam ser e não serão infelizes por causa disso. Faculdade te dá o conhecimento, inicia sua estrada. Mas o rumo e a velocidade dependem de muitas coisas, de você principalmente. Muitos de nós escolhemos farmácia muuuito jovens, e nós também mudamos. Conheço muitos Farmacêuticos que seguem dentro da profissão e são muito felizes. Conheço muitos outros que mudaram radicalmente de área e também seguem muito felizes! Já escutou a frase: “Não seja refém de seu diploma!” O que você precisa é entender qual é a sua missão! O que você realmente gosta! Não se vitimize se hoje ou amanhã suas escolhas mudarem! Ou você acha que o Papa Francisco sofre todos os dias por não estar exercendo a Farmácia?! Que Carlos Drumond de Andrade sofria por não exercer a Farmácia?! Que a Thaeme se desidrata de tanto chorar porque resolveu não exercer a farmácia e ser cantora?!

 

7. E quem disse que você precisa de CTPS? Pode ser simplesmente isso! Você quer novos voos! Quer ser Empreendedor e se sente enjaulado. O problema é que desde muito cedo colocam isso em nossa mente. Na faculdade é o que repetem para você, mesmo sem você perceber... 

O bom é pesquisa! = trabalhar PARA uma instituição, faculdade...
Indústria é mais valorizado! = trabalhar PARA uma indústria, com CTPS...
Análises Clínicas = trabalha PARA uma empresa...
Hospital = se particular, trabalha PARA uma instituição. Se pública, trabalha PARA o Governo...
Concurso Público = vai trabalhar PARA o Governo...

 

Nessas e em muitas outras possibilidades, sempre te levam a trabalhar PARA alguém. Será que é isso que você quer? Se for, não tem nada de errado! Mas se não for, você vai se conformar?...

 

[ DICA ] O seu emprego de hoje pode estar financiando seus planos futuros. Gerando recursos, sim. A experiência que você adquire, os cursos que você precisa fazer, os contatos profissionais... Tudo isso irá contribuir com suas metas. Mas para isso... Você precisa saber quais são suas metas!

 

[Por favor!] Não se esqueça de deixar seus COMENTÁRIOS neste post! 🙏

 

Espero que tenha gostado! 😉

 

Pausa para o café ☕, vamos falar de Ética! Este é o nosso encontro toda quinta-feira as 17h na Fanpage. Neste encontro conversaremos sobre pontos importantes para a atuação Ética do profissional Farmacêutico. Minha missão aqui é descomplicar o entendimento das normas profissionais e lembrar aqueles pontos que muuuitas vezes esquecemos no dia a dia.

Boooa tarde! Agora... vamos voltar ao trabalho 😉

 

Abraços,

Isabel Schittini‬ 

 

Please reload

"Minha missão é descomplicar sua atuação como Farmacêutico em Farmácias e Drogarias."

Isabel Schittini

Novidades
Please reload

Você já faz parte?

Faça parte da minha Lista e receba Gratuitamente conteúdos, agenda de cursos, eventos e muito mais para descomplicar Sua atuação em Farmácias e Drogarias
CADASTRE-SE AQUI :
Seu e-mail está seguro. 100% Livre de spam
Posts Relacionados
Please reload

Minha missão é descomplicar sua atuação como Farmacêutico em Farmácias e Drogarias

FARMACÊUTICA

Consultora e Palestrante

CRF 6.889/RJ

isabel-schittini-4-farma-curso-consultoria-farmaceutica

HOME

SERVIÇOS

FAQ

CONTATO

TOPO

CNPJ 26.127.387/0001-35

Rio de Janeiro, Brasil 

55 (21) 99147-4181

© 2016-2019 Feito por Isabel Schittini. Todos os direitos reservados.

Criado orgulhosamente com Wix.com

  • facebook
  • instagram
  • twitter
  • whatsapp
  • linkedin
  • soundcloud