Blog

Blog

Rastreabilidade de Medicamentos em Consulta Pública

17/02/2017

 

🔊 Certamente você já ouviu falar em Rastreabilidade de Medicamentos. Certo? 

 

Apesar de muitos anos em discussão... Agora temos um calendário que está andando. E pelo que assisti (online) na Reunião da DICOL dessa semana, andando a passos largos.

 

Além dos aspectos técnicos relacionados a segurança na cadeia de medicamentos, teremos também impacto financeiro (investimento em tecnologia) e operacional (nas nossas rotinas).

 

👉 Em 16/2/2017 foi abeta a Consulta Pública 311/17, que trata da “implantação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos e os mecanismos e procedimentos para rastreamento de medicamentos na cadeia dos produtos farmacêuticos”. A CP receberá contribuições no prazo de 30 dias (contados de hoje, a CP já está aberta!).

 

O texto da proposta de RDC, que irá substituir a RDC 54/13, atende ao Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) e o calendário estabelecido (Lei Federal 11.903/09, com nova redação dada pela Lei Federal 13.410/16).

 

Agora é a hora de revisar a proposta e enviar suas contribuições. Depois da norma final publicada, não vai adiantar reclamar...

 

Este controle será aplicado a TODA Cadeia de Medicamentos! Da indústria as farmácias, públicas ou privadas, de pequeno ou grande porte.

 

Eu já li o texto da CP e enviei minhas contribuições. E você? 😉

 

👉 Quer saber o que eu comentei?
Vou alterar o texto aqui para resumir (todas as contribuições estão disponíveis na consulta, e qualquer pessoa pode acessar)

 

Ahhh... Se você não leu a Consulta Pública antes, pode achar um pouco confuso, porque são considerações baseadas no texto da CP. No final do post tem o link para o conteúdo completo da CP.

 

1. A distribuidora deve fazer o comunicado de instância de eventos em até 5 dias: Como a farmácia irá validar que o distribuidor já fez a comunicação ao receber a mercadoria?


2. Caso o distribuidor ainda não tenha feito a comunicação, até por estar neste prazo, qual será o procedimento na farmácia? Receber ou devolver a mercadoria? Receber e aguardar que o distribuidor faça a comunicação? Se for aguardar, os medicamentos poderão ou não ser vendidos.


3. Os dispensadores (como as farmácias e drogarias) serão o maior número de CNPJ’s fazendo a transmissão dessas informações. Com a obrigatoriedade da comunicação, terá um impacto direto nas Boas práticas de recebimento e conferência de medicamentos. Teremos alguma norma complementar a RDC 44/09?


4. A norma hoje em vigor, RDC 54/13, trata da interface do SNCM com o SNGPC. No texto da consulta pública não temos referência ao SNGPC. Teremos ou não alguma interface entre os dois sistemas? Terá alguma modificação no SNGPC?


5. As farmácias e drogarias recebem medicamentos que por vezes chegam do distribuidor com o lote divergente entre o físico e nota fiscal, o que pode ser resolvido com carta de correção. O que acontecerá se o distribuidor comunicar um dado IUM e enviar outro? A farmácia terá como fazer a comunicação deste IUM diferente do que o distribuidor (elo anterior da cadeia) comunicou? 


6. Até mesmo com base no que foi discutido na reunião da DICOL desta semana, o que acontece quando um elo da cadeia não faz o comunicado? Ex. Se o distribuidor não comunicar, a farmácia terá como receber esses medicamentos? Ou a etapa seguinte (na farmácia, p.ex.) será bloqueada automaticamente?

 

Basicamente isso 😉 Foi o que me lembrei...

 

⚠ Quanto mais pessoas puderem contribuir na CP, melhor. Você pode se lembrar de outros pontos importantes, dúvidas e sugestões. Não deixem de fazer sua revisão e comentários da proposta de norma regulamentadora para a Rastreabilidade de Medicamentos.

 

Participe! Clique aqui em baixo 👇👇👇👇 e COMPARTILHE em sua rede social preferida com seus amigos. 

 

Um grande abraço e até o nosso próximo encontro 😉

Isabel Schittini

 

 

Links:

Texto da consulta publica (proposta da norma), AQUI

Página da Anvisa com a CP 311/17 (para enviar seus comentários clique nesta página no link “acesse o formulário para envio de contribuições”), AQUI

 

Please reload

"Minha missão é descomplicar sua atuação como Farmacêutico em Farmácias e Drogarias."

Isabel Schittini

Novidades
Please reload

Você já faz parte?

Faça parte da minha Lista e receba Gratuitamente conteúdos, agenda de cursos, eventos e muito mais para descomplicar Sua atuação em Farmácias e Drogarias
CADASTRE-SE AQUI :
Seu e-mail está seguro. 100% Livre de spam
Posts Relacionados
Please reload

Minha missão é descomplicar sua atuação como Farmacêutico em Farmácias e Drogarias

FARMACÊUTICA

Consultora e Palestrante

CRF 6.889/RJ

isabel-schittini-4-farma-curso-consultoria-farmaceutica

HOME

SERVIÇOS

FAQ

CONTATO

TOPO

CNPJ 26.127.387/0001-35

Rio de Janeiro, Brasil 

55 (21) 99147-4181

© 2016-2019 Feito por Isabel Schittini. Todos os direitos reservados.

Criado orgulhosamente com Wix.com

  • facebook
  • instagram
  • twitter
  • whatsapp
  • linkedin
  • soundcloud